Vacina para Febre Amarela

Febre Amarela

Idade de Aplicação:

1º dose – Crianças acima de 09 meses de idade em áreas endêmicas.

Em situações de surto a vacinação de crianças entre 6 e 8 meses pode ser considerada.

Mulheres Grávidas é necessária avaliação minuciosa da relação risco/benefício

Indivíduos de 60 ano de idade ou mais pode ocorrer maior incidência de eventos adversos severos indesejáveis.

Dose única para 10 anos de proteção

Recomendação Especial:

É necessária a emissão do CIVP para viagens internacionais e a Neoclínica Guarujá possui esta autorização de emissão do CIVP imediatamente após a vacinação contra febre amarela, caso a vacina seja realizada na clínica.

Verifique aqui a credenciação da Neoclínica Guarujá





Neo Clínica - Vacinas - Febre Amarela

Dicas ao Cliente:

O viajante deverá ser vacinado no mínimo 10 dias antes da viagem para estar protegido contra febre amarela
NOVA RECOMENDAÇÃO (Secretaria de Vigilância em Saúde/ Ministério da Saúde) – 21 de janeiro de 2008

Vacinação a partir de 6 meses de vida
– GOIÁS,TOCANTINS, DISTRITO FEDERAL , MINAS GERAIS os municípios: Arinos, Buriti, Cabeceira Grande, Cascalho Rico, Luislândia, Santo Antônio da Prata.
– MATO GROSSO DO SUL, os municípios: Anastácio, Aquidauana, Bonito, Dourados.

Vacinação a partir de 9 meses de vida (MATAS, RESERVAS e FLORESTAS)
AMAPÁ, AMAZONAS, ACRE, PARÁ, RONDÔNIA, RORAIMA, MARANHÃO, MATO GROSSO

Fonte de infecção

O vírus da febre amarela é transmitido ao ser humano através da picada de mosquitos infectados. O período de incubação (tempo entre a infecção e a manifestação da doença) é geralmente de 3 a 6 dias. A doença é diagnosticada com base nos sintomas, achados físicos, exames laboratoriais, e a possibilidade de exposição a mosquitos infectados. Não há tratamento específico para a febre amarela; os cuidados estão baseados nos sintomas. As etapas para prevenção da febre amarela incluem o uso de repelentes de insetos, roupa de proteção e vacinação. A febre amarela ocorre nas regiões tropicais da África e em partes da América do Sul.

Período de incubação

A gravidade da enfermidade varia de uma doença febril auto-limitada a hepatite grave e febre hemorrágica. Muitos dos casos de febre amarela são leves, porém a doença pode ser grave e representar ameaça à vida. Os sintomas de infecção grave são febre alta, calafrios, dor de cabeça, dores musculares, vômito e dor nas costas. Após um curto período de recuperação, a infecção pode levar a choque, sangramento e insuficiência renal e hepática. O nome “febre amarela” vem da insuficiência hepática que causa icterícia (cor amarelada da pele e do branco dos olhos). Infecções graves por febre amarela podem ser fatais. Os índices caso-fatalidade da doença grave variam de 15% a mais de 50%.

Variações

Existem dois tipos de febre amarela causadas por dois ciclos diferentes de infecção:

– A febre amarela silvestre (ocorre principalmente em macacos): é disseminada por mosquitos infectados em macacos das matas tropicais. A transmissão ocorre quando o indivídui é picado por mosquitos que se infeccionaram após alimentar-se de macacos infectados. A febre amarela silvestre é rara e ocorre principalmente entre os indivíduos que habitam ou trabalham nas matas tropicais.

– A febre amarela urbana (ocorre em seres humanos): é disseminada por mosquitos que foram infectados a partir de outras pessoas. O Aedes aegypti é o tipo de mosquito que geralmente transmite a febre amarela de um ser humano para outro. Esses mosquitos se adaptaram à vida urbana. Sua larva cresce em pneus abandonados, vasos de flores, tambores e recipientes de armazenamento de água localizados perto das moradias humanas. A febre amarela urbana é a causa da maioria dos surtos e epidemias de febre amarela.

Suscetibilidade

Na América do Sul, os casos ocorrem mais freqüentemente entre homens com menos idade com exposição ocupacional aos vetores do mosquito que vive em florestas em áreas arborizadas ou de transição da Bolívia, Brasil, Colômbia, Equador, Venezuela, Guiana, Guiana Francesa e Peru.
Na Neoclínica Guarujá a vacinação e o comprovante sempre SÃO fornecidos com a data de validade e tem validade nacional e internacional, facilitando sua vida.

Fonte: FUNASA