Vacina para Hepatite B

Hepatite B

Idade de Aplicação:

A partir de 12 horas de vida.

O esquema básico de vacinação é de 1 ml , em adultos, e 0,5 ml , em crianças menores que 11 anos.

São 3 doses, sendo a 2ª dose após 30 dias da 1ª dose e a 3ª após 6 meses da 1ª dose .

Recomendação Especial: Não está contra-indicada para gestantes e existe uma vacina combinada de Hepatite A+B para adultos e crianças.





Neoclinica-Vacinas-HepatiteB
 
 

Dicas ao Cliente:

Doença viral aguda com infecções assintomáticas, sintomáticas e formas graves fulminantes. Caracterizada por mal-estar, cefaléia, febre baixa, anorexia, astenia, fadiga, artralgia, náuseas, vômitos, dor abdominal e aversão a alguns alimentos e cigarro. Surge icterícia quando a febre desaparece, precedida por colúria (urina cor de coca-cola) e fezes acólicas (cor de massa de vidraceiro). Pode aparecer aumento do fígado e do baço. Os sintomas vão desaparecendo gradualmente. Alguns indivíduos desenvolvem a forma crônica, caracterizada por um processo inflamatório contínuo do fígado, causado pelo vírus B, com duração superior a seis meses. Pode ter início abrupto ou insidioso, fígado aumentado, com consistência endurecida. O sexo masculino é mais propenso a ter a infecção crônica (portador do vírus).

Modo de transmissão

Através de solução de continuidade (pele e mucosas); relações sexuais; via parenteral (agulhas contaminadas: tatuagens, perfuração de orelha, injeção); transfusão de sangue e derivados; procedimentos odontológicos, cirúrgicos e de hemodiálise; transmissão vertical; contatos íntimos domiciliares.

Período de incubação

De 30 a 180 dias (média em torno de 6 a 90 dias)

Suscetibilidade

De 2 a 3 semanas antes dos primeiros sintomas e durante toda a doença. O portador crônico pode ser infectante por vários anos ou pelo resto da vida.

Fonte: Doenças infecciosas e Parasitárias do Ministério da Saúde – Fundação Nacional de Saúde – Centro Nacional de Epidemiologia – 1999