Vacina para Pneumocócica

Pneumocócica

Idade de Aplicação:





Neo Clínica - Vacinas - Pneumocócica

Dicas ao Cliente:

1. O que são doenças pneumocócicas?
Doenças pneumocócicas são aquelas causadas pela bactéria Streptococus pneumoniae e incluem: meningite, pneumonia, bacteremia (infecção na corrente sanguínea), sinusite e otite médica (infecção do ouvido).
Meningite pneumocócica:
É uma infecção das membranas que recobrem o cérebro e a medula espinhal, causada pelo Streptococcus pneumoniae. O quadro clínico pode ser muito grave e causar seqüelas importantes, tais como lesão cerebral, perda de audição e dificuldades de aprendizado. A meningite é o tipo mais grave de doença pneumocócica.
Pneumonia pneumocócica:
É uma infecção dos pulmões, causada pelo Streptococcus pneumoniae, que é causa mais comum de pneumonia bacteriana adquirida na comunidade.
Bacteremia pneumocócica:
É uma infecção muito grave que atinge a corrente sanguínea, podendo disseminar a bactéria para outros órgãos.
Otite Média e sinusite pneumocócica
É uma infecção do ouvido médio e dos seios da face, muito comum em crianças.
2. Que crianças são mais suscetíveis de contrair doenças pneumocócicas?
Qualquer pessoa pode contrair as doenças pneumocócicas em qualquer idade. Porém, é importante lembrar que as crianças com menos de 02 anos têm uma probabilidade muito maior de contrair essas doenças.
O risco pode se agravar em crianças portadoras de determinadas doenças (por exemplo, infecção pelo HIV, anemia falciforme e condições crônicas do coração ou dos pulmões). O Streptococcus Pneumoniae é a causa mais comum de meningite, pneumonia, bacteremia e otite média em crianças abaixo de 02 anos. No Brasil, a meningite pneumocócica ocorre numa frequência 15 vezes maior em crianças abaixo de 05 anos de idade.
3. Quais os principais sinais e sintomas das doenças pneumocócicas?
Meningite pneumocócica:
Febre alta, dor de cabeça e rigidez da nuca são os principais sintomas em adultos e crianças acima de 02 anos. Em recém-nascidos e crianças até 02 anos, esses sintomas clássicos podem estar ausentes.
Pneumonia pneumocócica:
Início repentino, tosse, febre, calafrios, falta de ar ou respiração rápida.
Bacteremia pneumocócica:
Essa grave condição clínica pode se desenvolver às vezes sem sintomas específicos em lactentes e crianças mais novas. Nesses casos, muitas vezes, a febre e a irritabilidade podem ser os únicos sintomas apresentados.
Otite Média e sinusite pneumocócica
Dor local, agitação, febre e irritabilidade são os sintomas mais comuns em crianças. Freqüentemente a membrana do tímpano mostra-se inflamada.
4. Como as doenças pneumocócicas são transmitidas?
A transmissão ocorre de pessoa para pessoa pelo contato direto com indivíduos doentes ou portadores dessa bactéria. Curiosamente, os portadores podem não apresentar nenhuma doença, embora tenham a bactéria presente na garganta.
5. Como as infecções pneumocócicas podem ser tratadas e curadas?
O diagnóstico e o tratamento das doenças pneumocócicas são de competência exclusivamente do médico, a quem cabe a responsabilidade de definir o esquema terapêutico mais indicado para cada caso. Jamais utilize qualquer medicamento, principalmente antibióticos, sem a competente orientação médica.
6. Como posso proteger meu filho contra as doenças pneumocócicas?
A única forma de prevenção das doenças pneumocócicas é a vacinação. Atualmente, já é possível proteger as crianças a partir dos 02 meses de idade, de acordo com o Calendário Vacinal 2005 da Sociedade Brasileira de Pediatria (SBP) e o Calendário de Vacinação da Criança 2005/2006 da Sociedade Brasileira de Imunizações (SBIM).
É importante ressaltar que a gravidade das doenças pneumocócicas é maior em crianças com menos de 02 anos. Por esta razão é recomendado iniciar a vacinação antipneumocócica conjugada o mais breve possível.
Fonte: Laboratório Wyeth