Vacina para Tuberculose

Tuberculose

Idade de Aplicação: Ao nascer.

Recomendação Especial: RECÉM NASCIDOS ACIMA DE 2KG

Pápula (15 a 30 minutos após aplicação)
Nódulo Eritematoso (2 a 3 semanas após aplicação)
Abcesso e Úlcera (1 a 6 meses após aplicação)
Cicatriz (10% a 20% dos vacinados podem não apresentar cicatriz)

Neo Clínica - Vacinas - Tuberculose

Dicas ao Cliente:

Confira a embalagem da vacina: nome da vacina, nome do laboratório, número de lote, data de validade, lacre da embalagem.

Presencie a aplicação da Vacina.

É obrigatório constar na etiqueta ou carimbo que será registrado na caderneta de vacinação (LEGÍVEL).

A tuberculose é uma doença infecto-contagiosa. A lesão inicial, em 95% dos casos, ocorre nos pulmões, constituindo o foco primário. A tuberculose continua sendo importante problema de saúde pública. No Brasil, estima-se que 35 a 40 milhões de pessoas estejam infectadas; são aproximadamente 100 mil casos novos por ano. O número de mortes é de quatro a cinco mil por ano. O agente infeccioso é um bacilo, o bacilo de Koch ou Mycobacterium tuberculosis.

Fonte de infecção

Considera-se como fonte de infecção o indivíduo que elimina grandes quantidades do bacilo no escarro: são os bacilíferos. O gado bovino e outros mamíferos também são considerados fontes de infecção.

Um indivíduo bacilífero, quando não submetido a tratamento, infecta cerca de cinco a 10 pessoas por ano e, de maneira geral, se mantém bacilífero por dois anos, até a recuperação espontânea, a cronificação da doença ou a morte. O doente crônico elimina bacilos por alguns anos. O bacilo perde a patogenicidade, com o início do tratamento, dentro de 15 a 30 dias, aproximadamente.

Modo de transmissão

A tuberculose se transmite de pessoa a pessoa, por meio das gotículas de Wells que são eliminadas pela tosse, espirro e fala, principalmente pela tosse dos indivíduos bacilíferos.

Período de incubação

O período de incubação é variável, podendo haver ou não um período de latência entre a infecção e o aparecimento da doença. O período de latência pode corresponder a alguns anos.

Período de transmissibilidade

A doença é transmitida enquanto o indivíduo eliminar os bacilos selvagens, ou seja, bacilos que não sofreramainda o efeito da quimioterapia.

Suscetibilidade

A suscetibilidade é universal, sendo maior nos desnutridos, alcoólatras e indivíduos imunodeprimidos, como os portadores do HIV, o vírus da aids.

Imunidade

A infecção, a doença e a vacina BCG conferem imunidade relativa e de duração variável.

Fonte: FUNASA